Artesanato - Revista TAP Portugal

Feira do Empreendedor - Sebrae (DF)

Filigrana entre os Top 100 de Artesanato

Data: domingo, 7 de setembro de 2003
Veículo: Jornal do Brasil

Brasília – O roteiro da capital

Artesanato ganha fama fora do DF

     Não é só de burocracia e política que vive a capital federal. Mesmo sem as tradições de cidades mais antigas do país, Brasília começa a ganhar espaço e reconhecimento pela sua produção de artesanato, inspirada no cerrado e na modernidade da arquitetura. Jóias, bolsa, cintos, entalhes e esculturas atraem o interesse de outros estados. Página 04

Um garimpo de ouro, prata, folhas secas e sementes
Elementos do cerrado unidos ao ouro transformam o rústico em uma jóia

     Pétalas e folhas que pousam, com um quê de jóia rara, nos mais delicados pescoços. Sementes, tornadas pedras finas, que brotam com estilo nas orelhas mais requintadas. Em Brasília, os elementos do artesanato são também artigos de luxo.

     Do cerrado, é retirada a matéria-prima; da garimpagem, saem o ouro e a prata que transformam o bruto em filigrana. Essa alquimia é resultado do trabalho do casal de artesãos Tânia Helou e Edênio Ribeiro, que aplicam a antiga técnica da ourivesaria e lapidam um tesouro em forma de brincos e colares.

     - Muito antes do primeiro ourives descobrir a beleza desse método, a natureza já fazia sua arte nas folhagens - explica Tânia.

     Usando plantas da região, a artesã e a pequena equipe submetem o material a sucessivos banhos em cobre e ouro, amarelo ou branco, até que ele ganhe brilho e beleza das jóias. Durante o processo, as peças são manuseadas 52 vezes e passam por, pelo menos oito banhos químicos.

     O contorno e o desenho das peças surgem da natureza e o encanto fica por conta da metalização. A loja Filigrana do Cerrado transforma tudo em preciosidade e, como o próprio nome diz, a maior inspiração está no retorcido rústico das árvores da região.

     Folha de avenca, carrapicho, pétala de Hortência e sementes viram brincos, colares e anéis. A criatividade não tem limite - Pipoca, sabugo de milho e grãos de café também viram peças. A loja foi convidada para exportar, mas ainda não é capaz de atender toda a demanda. A beleza das jóias do cerrado ainda fica escondida no meio da cidade.

candice.alcantara@jb.com.br
CLS 314 - Bloco C - Loja 12 - Asa Sul
CEP: 70.383-530 - Brasília - DF
Fone: (61) 3201.9564 / (61) 8139.1681
atendimento@filigranadocerrado.com.br